O consumo excessivo de produtos industrilizados na alimentação das crianças: De quem é a culpa?

Oi gente!

Hoje o assunto é saúde e alimentação e vou falar de um problema que aflige muitos pais hoje em dia: a alimentação dos nossos filhos. O assunto é muito sério e sei que muitos pais sofrem com isso. Muitas crianças comem mal, não comem legumes, frutas, verduras…só consomem produtos industrializados, cheios de corantes, conservantes…não sabem nem o sabor de uma laranja, de uma maçã…e isso é verdadeiramente um absurdo e muitas vezes ou sempre a culpa é dos próprios pais…

Muitas vezes vemos diversas crianças comendo muitos doces, chocolates, miojo, bolachas recheadas, achocolatado, refrigerantes, enfim, uma enorme quantidade de alimentos industrializados…mas nunca paramos para pensar como isso aconteceu, não é mesmo?

Muitas vezes vemos mamães dizendo: meu filho come mal, meu filho só gosta de doces e guloseimas, etc…mas por que será?

Será que seu filho saiu andando e foi até o supermercado comprar essas porcarias ou foi você, mamãe ou papai que comprou tudo isso e apresentou para o seu filho?

Se as crianças comem doces demais, bebem refrigerantes, só comem frituras, enfim, tudo isso depende dos pais…são os pais os únicos culpados pela má alimentação dos filhos…

As crianças não nascem sabendo que existem esse tipo de comida…

Vocês podem dizer, ah, mas quando ela for pra escolinha vai ficar sabendo, porque vai ver os coleguinhas comendo….pois é, vão mesmo, mas se elas já tiverem bons hábitos, forem acostumadas a comer comidas saudáveis, elas podem até ter curiosidade de experimentar outras coisas, mas não vão ser viciadas nelas…

Meu filho, por exemplo, desde que nasceu, até hoje (está com 2 anos e 2 meses) nunca comeu doces, chocolate, sorvete, refrigerante, etc…ele não come nada de açúcar artificial, o único que conhece e experimentou é o açúcar das frutas…Ele adora frutas secas, castanha do caju, castanha do pará, frutas, enfim…você já viu quantas crianças comendo isso?

Muita gente diz: ah, coitadinho! Coitadinho, porque? Nós é que sabemos que essas coisas são boas, gostosas (prejudiciais se exageradas)…mas as crianças não…então não tem porque ter pena delas…as crianças vão crescer, se tornar adultos e terão a vida inteira para experimentar a comida que quiserem, por conta própria…não precisa dos pais ficarem empurrando isso para dentro delas…

Os pais vão ao supermercado compram achocolatado, refrigerantes a rodo, biscoitos recheados cheio de gordura trans, bombons, etc, entopem os filhos e depois reclamam que eles engordam, comem mal…acho isso uma hipocrisia, sinceramente…muitas vezes fazem isso por ser mais fácil…

É claro que a mídia também tem grande parcela de culpa nisso, devido às propagandas…o supermercado está cheio de variedades e tudo mais…mas nós, pais, não podemos deixar nos influenciar por isso tudo e deixar que os filhos controlem a situação!

Já vi diversos programas de TV que mostram crianças que comem mal e vejo a cara dos pais, tipo assim “isso não é comigo, não é minha culpa que meu filho come mal…” ou “ele gosta de comer só isso, o que eu posso fazer…” aff…

Por isso, quando vamos ter um filho, desde bem pequeninhos temos que criar bons  hábitos para eles…a educação faz parte de tudo, até na hora de se alimentar precisa ter educação…se nos alimentamos mal, quando temos filhos é hora de rever nossos conceitos em prol da saúde e do bem estar dos nossos filhos.

Como eu disse, a criança não nasce sabendo das coisas, dos sabores, etc…cabe aos pais apresentar os alimentos, as comidinhas, as frutas, legumes, etc…

Por isso, se seu filho hoje já grande, não come legumes, frutas, não é culpa dele…pense bem se a culpa não é sua?? Pois é…

Quando pequeno, você deve ter comprado aquele achocolatado, colocado no leite dele…deve ter dado um iogurte bastante açucarado pra ele, colocado açúcar no suco de frutas ou mesmo dado um suco artificial de caixinha…comprado aquelas bolachas açucaradas, biscoitos recheados…ficou com preguiça ou não teve tempo de fazer o almoço ou jantar e fez um miojo cheio de sal e serviu pra ele…enfim…
Você criou hábitos em seus filhos, mas agora coloca a culpa neles porque eles comem mal, briga com eles porque não querem comer o arroz, o feijão, a beterraba, não é mesmo???

Não estou culpando ninguém especificamente, mas vemos muitos pais agindo assim…

Um chocolatinho só não faz mal…um brigadeirinho só! É isso que ouço muita gente falar comigo…como não dou isso para o meu filho, acham que ele sofre…rs

Por isso, mamães e papais, pensem bem no que consomem, no que estão colocando dentro do carrinho na hora das compras, no que estão levando para suas casas e colocando na boca dos seus filhos. 

Dica Venutri Consultoria Nutricional
 

Substâncias adicionadas à alimentos industrializados não são reconhecidas por nosso organismo e devem ser expelidas. Porém, o excesso destas podem sobrecarregar o fígado e rins. Evite o consumo excessivo de alimentos com adição de conservantes, aromatizantes, corantes e adoçantes artificiais. Leia sempre os rótulos e ingredientes dos produtos a serem adquiridos, e lembre que os ingredientes estão sempre em ordem decrescente. Ou seja, o primeiro ingrediente é o que está em maior quantidade no produto.

www.venutri.com.br

O mal entra pela boca e tudo o que nossos filhos consomem agora, com certeza irá refletir na saúde deles no futuro ou mesmo no presente!

Não estou dizendo que a criança não pode comer um chocolate de vez em quando, tomar um sorvete, comer um brigadeiro em uma festinha, não é isso…claro que pode! mas tudo feito com moderação e não deixar que as guloseimas, os produtos industrializados se tornem a refeição principal das crianças!

 

 

Quem ainda não têm filhos, mas um dia pretende ter, lembre-se disso! Se já tem e seu filho se alimenta bem, parabéns, continue assim! 
Agora se seu filho come mal e se alimenta somente de guloseimas e industrializados, está mais do que na hora de rever seus conceitos e parar para pensar porque isso está acontecendo…pense nisso!

Lembre-se: Os hábitos e costumes gerados em nossos filhos, na infância, sejam eles positivos ou negativos, serão carregados por eles pela vida inteira, tanto física como mentalmente…portanto, pense nisso!

Com toda certeza nossos filhos vão nos agradecer por isso depois!

Abraços,

47 Comments

  1. Cris 27 de setembro de 2013
  2. Unknown 27 de setembro de 2013
  3. Cibele Lima 27 de setembro de 2013
  4. Jamilly LIma 27 de setembro de 2013
  5. Yara Sousa 27 de setembro de 2013
  6. Cibele Lima 27 de setembro de 2013
  7. Cibele Lima 27 de setembro de 2013
  8. Cibele Lima 27 de setembro de 2013
  9. Thayna Ranage 27 de setembro de 2013
  10. Anônimo 27 de setembro de 2013
  11. Unknown 27 de setembro de 2013
  12. Cibele Lima 27 de setembro de 2013
  13. Unknown 27 de setembro de 2013
  14. Unknown 27 de setembro de 2013
  15. Unknown 28 de setembro de 2013
  16. Eliana Castro 28 de setembro de 2013
  17. Cibele Lima 28 de setembro de 2013
  18. Cibele Lima 28 de setembro de 2013
  19. Anônimo 28 de setembro de 2013
  20. Cibele Lima 28 de setembro de 2013
  21. Cibele Lima 28 de setembro de 2013
  22. Cibele Lima 28 de setembro de 2013
  23. Cibele Lima 28 de setembro de 2013
  24. Unknown 28 de setembro de 2013
  25. Marcyiih 28 de setembro de 2013
  26. Luh Andrade 28 de setembro de 2013
  27. Dalila Pinheiro 28 de setembro de 2013
  28. Anônimo 28 de setembro de 2013
  29. Nana Pinho 28 de setembro de 2013
  30. NSN 28 de setembro de 2013
  31. Cuidados e Segredos 28 de setembro de 2013
  32. Blog Diário Colorido 28 de setembro de 2013
  33. Anônimo 28 de setembro de 2013
  34. Rose 29 de setembro de 2013
  35. jessdias 29 de setembro de 2013
  36. Cibele Lima 29 de setembro de 2013
  37. Cibele Lima 29 de setembro de 2013
  38. Unknown 29 de setembro de 2013
  39. Vivian Carvalho 29 de setembro de 2013
  40. Unknown 29 de setembro de 2013
  41. Unknown 29 de setembro de 2013
  42. Unknown 30 de setembro de 2013
  43. Erika Nasch 30 de setembro de 2013
  44. Toninha Borges 30 de setembro de 2013
  45. Anônimo 30 de setembro de 2013
  46. Unknown 30 de setembro de 2013
  47. diva e maquiada 30 de setembro de 2013

Add Comment