Feridas na Pele

Ferida de pele, por definição, é qualquer situação que a integridade da pele ou interior seja prejudicada, seja por acidentes, traumas, doenças ou cirurgias. As lesões de pele podem ser de fácil cicatrização ou, ainda, exigirem tratamentos mais complexos.

Feridas na Pele
Feridas na Pele

Alguns tipos de feridas resultam no desequilíbrio da saúde, dificultando a locomoção e outras atividades do dia a dia. Além disso, a ruptura da pele deixa o organismo suscetível à ação de microrganismos e outros fatores de risco que podem causar infecções.

No post de hoje vamos ver fatores cruciais para identificação e classificação das lesões de pele, começando pelo tempo de resposta da ferida ao tratamento (agudas e crônicas).

Feridas Agudas

São feridas recentes, que respondem rapidamente ao tratamento e cicatrizam sem complicações, essas feridas podem ser mais graves por causa da exposição que elas tem ao ar externo que se n for devidademnte higienisado pode gerar uma possível ifecção.

Exemplos de feridas agudas: lesões decorrentes de acidentes, traumas, cortes, queimaduras e incisões cirúrgicas. Devemos tomar muito cuidado para manter as feridas na pele limpas e seguras para garantir uma boa cicatrização.

Feridas Crônicas

São feridas que não respondem adequadamente ao tratamento e não cicatrizam no tempo esperado. As complicações recorrentes ao longo do processo de reparação tecidual tornam a cicatrização mais lenta. Geralmente, estão associadas a doenças pré-existentes, como diabetes e insuficiência venosa.

Muito comum entre os idosos, devido à maior incidência de doenças que podem levar a lesões, a ferida que não recebe tratamento adequado serve de porta de entrada para micro-organismos e pode provocar infecções locais ou generalizadas.

Segundo a médica especializada em medicina hiperbárica, Daniela Flores, esse tipo de ferimento, se não tratado, é uma constante agressão ao organismo, e pode dificultar o controle de algumas doenças, como o diabetes. “Insuficiências arterial e venosa crônicas, hipertensão arterial e o diabetes podem provocar ou agravar as lesões. São doenças são muito comuns na terceira idade e aumentam a incidência de feridas”, explica a especialista.

Avaliação de feridas

Feridas na Pele
Feridas na Pele

A avaliação da ferida é essencial para o diagnóstico correto e escolha do tratamento. É importante que o paciente seja avaliado de forma holística, levando em conta suas condições físicas e características da lesão, como tamanho, forma, profundidade, margens, característica do exsudato (secreção da lesão) e tipos de tecidos presentes na lesão.

O tipo de tecido presente no leito da lesão pode ser considerado um indicativo da fase de cicatrização e evolução do tratamento.

Importante

O tratamento de feridas sempre deve ser orientado e acompanhado por um profissional de saúde, seja ele médico ou engermeiro estompaterapeuta. Cada organismo reage de uma forma e, portanto, o tratamento deve ser individualizado.

A partir de seus conhecimentos técnicos e vivência da profissão, o profissional de saúde irá considerar a evolução do quadro com base nas características físicas da lesão e estado de saúde do paciente como um todo.

O que fazer em caso de feridas ou lesão

Antes de manusear qualquer ferida, lave bem as mãos com água e sabão

Feridas na Pele
Feridas na Pele

Pequenos cortes, perfurações superficiais e escoriações podem ser tratados apenas com limpeza local. Use água e sabão neutro, e/ou soro fisiológico. Deve-se limpar até desaparecer qualquer sinal de sujeira ou corpo estranho como terra e grama

Lesões mais profundas e cortes mais extensos devem ser avaliados por um médico para decidir se há necessidade de realizar sutura com pontos. De qualquer modo, a limpeza primária pode ser feita com água corrente ou soro fisiológico

Nos casos de queimaduras leves sem rompimento da pele, a limpeza é feita com água e sabão de modo suave. Nunca estoure as bolhas, nem use margarina ou cremes. Queimaduras mais graves devem ser avaliadas por médicos.

Aprenda sobre feridas na pele e muito mais!

Se você gostou de aprender um pouco mais sobre feridas na pele e quer continuar aprendendo sobre temas diversos, aproveite essa oportunidade para ler nosso artigo sobre: Segunda pele.

Add Comment