Chupetas e Mamadeiras customizadas representam perigo para os bebês

Inmetro alerta que essas chupetas e mamadeiras customizados são irregulares e perigosos para os bebês










Você já deve ter visto por aí, chupetas com cristais, mamadeiras com algum tipo de alteração como pinturas e bisquis, adesivos dentre outros. Algumas chupetas e mamadeiras ficam lindas, não é verdade? Mas e a segurança disso? Quem verificou?
O Inmetro acaba de publicar em seu site uma nota para alertar aos pais sobre esse tema.
Segundo o Inmetro, chupetas e mamadeiras são produtos regulamentos e possuem uma legislação especial que trata da segurança desses itens. Quando um fabricante coloca o produto à venda no Brasil, é porque esse produto passou por testes e atendeu à legislação vigente. Se alguém modifica ou acrescenta algo à chupeta ou à mamadeira ela está criando um novo produto e sendo assim, não há mais garantia de que aquele produto é seguro já que não passou pelos testes do Inmetro.
Possíveis consequências dos produtos customizados
  • o item adicionado pode ser tóxico para o bebê (tintas utilizadas, cristais, botões, fitas, etc.);
  • o item adicionado pode se soltar e ser engolido pelo bebê, podendo causar sufocamento e engasgo que poderá, eventualmente, levar à óbito.
O que fazer então?
Como responsável pelo bebê  você não deve utilizar esses produtos. Se ganhar de presente, você pode aceitar e posteriormente jogá-lo fora ou educadamente solicitar que seja trocado por outro item, de preferência seguro.
E os fabricantes desses itens customizados?
Eles devem parar com a venda dos itens imediatamente, pois, segundo o Inmetro, essa comercialização representa uma irregularidade, punível na forma da Lei nº 9.933/1999. Caso desejem legalizar o produto, devem procurar o Inmetro.
Perguntamos ao Inmetro o que pretende fazer no curto prazo para coibir a comercialização desses itens customizados, visto que esses produtos estão à venda há alguns anos e são facilmente encontrados.
A resposta foi que atualmente o órgão  estuda medidas para o controle do problema, incluindo, eventualmente, a determinação da proibição da customização de produtos de uso infantil, especialmente aqueles que são levados à boca. A autarquia também está desenvolvendo uma campanha para alertar aos pais quanto aos riscos que as crianças estão correndo ao usar estes produtos. O órgão também vai promulgar uma portaria coibindo essa prática, ou seja, não vai aceitar que esses produtos infantis sejam comercializados.
Somente após a promulgação da portaria será possível punir o estabelecimentos que comercializam chupetas e mamadeiras customizadas sem ser na embalagem original. Antes de promulgar o texto, contudo, quem as comercializa já é passível de punição.
Vale destacar que comercializar produtos que são regulamentados sem a certificação ou registro — esteja ele customizado ou não — é uma irregularidade com punições previstas em lei.
A punição vai desde  uma advertência em um primeiro momento, podendo depois chegar à interdição do produto ou à sua destruição, ou ainda o pagamento de uma multa que pode variar de R$ 100 a R$ 1,5 milhão.
Fique atento e ajude o Inmetro a coibir essa prática ilegal e perigosa para seu bebê
Nenhum produto customizado está certificado. A população pode  denunciar por meio da ouvidoria. Mesmo que o produto esteja em uma embalagem aparentemente original.
O Inmetro quer saber quem vende ou onde está sendo vendido para que possa tomar as medidas cabíveis.
Ouvidoria do Inmetro
Telefone (segunda à sexta-feira, das 8 h às 18 h 40 min)
0800 285 1818
Carta ou pessoalmente (segunda à sexta-feira, das 8 h às 17 h)
Rua Santa Alexandrina, nº 416 / Térreo, Rio Comprido
CEP:20.261-232
Rio de Janeiro – RJ
Formulário em
Com a colaboração de Suzana Ribeiro.

18 Comments

  1. Unknown 12 de janeiro de 2015
  2. Mah Beira 12 de janeiro de 2015
  3. Unknown 12 de janeiro de 2015
  4. Unknown 12 de janeiro de 2015
  5. Genislene Borges 12 de janeiro de 2015
  6. Unknown 12 de janeiro de 2015
  7. Prosa Amiga 12 de janeiro de 2015
  8. Melissa Machado 13 de janeiro de 2015
  9. Thelma Priscilla 13 de janeiro de 2015
  10. Livros Encantos 13 de janeiro de 2015
  11. Ingrid Faria 13 de janeiro de 2015
  12. Thatá Vinhais 13 de janeiro de 2015
  13. Anônimo 13 de janeiro de 2015
  14. Chris Ferreira 13 de janeiro de 2015
  15. Unknown 13 de janeiro de 2015
  16. Kika Salvador 13 de janeiro de 2015
  17. Anônimo 14 de janeiro de 2015
  18. Unknown 16 de janeiro de 2015

Add Comment