O enxoval ideal para o bebê que vai nascer no inverno

Como montar o Enxoval de bebê



Olá mamães e papais de plantão!


Hoje quero falar sobre um assunto que preocupa muito as mamães e principalmente as 

mamães de primeira viagem que precisam montar o enxoval para o seu bebê que vai 

nascer no inverno e não tem a mínima ideia do que é necessário e indispensável.


Os dias de frio rigoroso típicos da estação ainda não deram o ar da graça por aqui. 

Ainda bem, mas e bom ir se preparando!

A época mais gelada do ano costuma ser uma preocupação para as futuras mamães, 

especialmente aquelas que devem dar à luz entre junho e setembro. Mas existe um 

segredinho para que o clima não se torne um problema nos primeiros meses de vida do 

bebê: preparar direitinho o enxoval antes que o frio chegue para valer!


A primeira coisa que as mães devem lembrar é que o bebê cresce rápido e, por isso, não 


é o mais indicado comprar agora roupas específicas para o calor, como shorts, vestidos e

macacões curtinhos nos tamanhos RN ou P. “As roupas de verão a mãe pode comprar 

pensando em quando o bebê estiver maiorzinho, então o ideal é optar pelos tamanhos M 


ou G, para que ele não perca muito rápido”.

https://www.blogfeminina.com.br/2014/06/o-enxoval-ideal-para-o-bebe-que-vai.htmlNo entanto, as chamadas peças de meia-


estação são muito bem-vindas! “As peças 


de algodão egípcio, que é um algodão bem 


mais leve, são as mais indicadas para os 


primeiros meses de vida. Elas podem ser 


usadas por baixo de uma peça mais 


quentinha ou sozinhas, nos dias em que a 


temperatura sobe”, recomenda Dani. 


“Toda mãe tem a mania de encher o bebê de roupas no inverno, mas temos que 


respeitar a temperatura ambiente. Se eu estou usando só uma blusa fina de manga 


longa, o bebê também pode estar com uma peça mais leve“.

As mantas e os acessórios exclusivos do 


inverno também não podem faltar no 


enxoval do bebê. “Luvinhas, meias e 


toucas são indispensáveis para os recém-


nascidos, em especial nesta época do ano. 


Mas é importante que as mães estejam 




atentas aos tecidos. São comuns as reclamações de que as peças de lã normalmente 


irritam a pele do bebê e causam vermelhidão”, conta a diretora de estilo e sócia da 


Grow Up, Helen Guelfi. De acordo com ela, os tecidos ideais para a pele sensível dos 


bebês são o algodão, o plush e o microsoft. “As peças com estes tecidos não dão bolinhas, 


evitam alergias e mantêm o bebê bem quentinho”, complementa.

Para saber a quantidade ideal que você precisa comprar de cada peça para o seu bebê é 

só seguir a listinha que preparamos. Vale lembrar que os recém-nascidos costumam sujar 

mais de uma roupa por dia e, por isso, é preciso ter vários modelos de algumas peças-

chave.

 Confira a lista de enxoval ideal para o bebê que vai nascer no inverno


  • 8 a 10 bodies nos tamanhos RN e P;
  • 8 calças avulsas ou 8 conjuntos pagão (body e mijão);
  • 3 conjuntos completos para saída da maternidade;
  • 4 a 5 mantas;
  • 8 a 10 macacões RN e P com pezinho;
  • 6 a 8 conjuntos nos tamanhos RN e P;
  • 10 conjuntos nos tamanhos M e G de verão;
  • 2 casaquinhos;
  • 4 a 6 tocas;
  • 4 a 6 luvas;
  • 10 pares de meia;
  • 10 babitas.
O tamanho das peças

Assim que o bebê nasce, a mãe consegue ter uma noção mais exata de quantas peças vai 


precisar de cada tamanho, afinal todo bebê tem um ritmo de crescimento diferente e 


alguns já nascem maiores do que os outros.

O tamanho RN é indicado para bebês até um mês de idade, que pesem entre três e 


quatro quilos e tenham até 55 centímetros de altura. Pode ser que os bebês mais 


pesadinhos, que nasceram com mais de quatro quilos, acabem pulando o tamanho RN e 


indo direto para o P, por exemplo. Já o tamanho M é indicado para quando o bebê 


completa três meses e já está com mais de seis quilos e aproximadamente 60 


centímetros de altura. Por último, o tamanho G só será usado depois dos seis meses de 


vida, quando o peso já ultrapassou os oito quilos e o bebê está com mais de 65 


centímetros de altura.


2 Comments

  1. Lucimar da Silva Moreira 29 de junho de 2014
  2. Eliane 24 de abril de 2016

Add Comment