A importância da música na infância

Ouvir música,
cantar, emitir sons e estimular brincadeiras
infantis
com canções são atividades que trazem inúmeros benefícios ao crescimento
infantil. A criança que desde muito cedo tem contato com
a música desenvolve mais rápido e fortalece com mais facilidade as suas
faculdades mentais, bem como sua expressão verbal e corporal. Veja a seguir,
como a música pode contribuir para o desenvolvimento infantil nas diferentes
fases do crescimento.
A música nos primeiros anos de vida
O sistema
funcional auditivo começa a se desenvolver durante a gestação. Já foi
comprovado que os bebês reagem às sonoridades diversas desde o útero materno.
Nessa fase, principalmente as melodias serenas proporcionam tranquilidade e
bem-estar à criança.
Depois do
nascimento,é importante continuar estimulando os vários sentidos do bebê, seja
através do canto, da conversa, do toque ou do assobio. Ao interagir com a
criança, os pais não somente estreitam laços afetivos, mas ajudam a contribuir para
a evolução das capacidades auditiva, cognitiva, emocional e linguística do
recém-nascido.
A importância da música na fase pré-escolar
Vale
lembrar que o sistema auditivo se desenvolve por completo apenas quando a
criança chega os 11 anos. Até alcançar essa idade, a música tem um papel
fundamental no aperfeiçoamento do aprendizado, comunicação e sociabilização.
Quando os
pequenos começam a frequentar a escola, as atividades com canções aproximam a
criança dos outros coleguinhas, favorecendo uma convivência harmoniosa dela mesma
com o mundo ao seu redor.
Fora os
benefícios da integração social, o contato com a música nessa faixa etária
contribui para a aquisição do aprendizado e o fortalecimento da memória e da concentração.
Como a música normalmente acompanha noções de ritmo e movimento, ela também ajuda
a despertar a consciência corporal, o que consequentemente favorece a coordenação
motora e a flexibilidade do corpo.
Música e alfabetização
A canção
infantil é um excelente recurso durante a fase de alfabetização. O universo
lúdico das letras, as rimas e as repetições fazem com que criança melhore sua
pronúncia, escrita e aprenda novas palavras e significados.
 Ouvir música,
cantar, emitir sons e estimular brincadeiras
infantis
com canções são atividades que trazem inúmeros benefícios ao crescimento
infantil. A criança que desde muito cedo tem contato com
a música desenvolve mais rápido e fortalece com mais facilidade as suas
faculdades mentais, bem como sua expressão verbal e corporal. Veja a seguir,
como a música pode contribuir para o desenvolvimento infantil nas diferentes
fases do crescimento.
A música nos primeiros anos de vida
O sistema
funcional auditivo começa a se desenvolver durante a gestação. Já foi
comprovado que os bebês reagem às sonoridades diversas desde o útero materno.
Nessa fase, principalmente as melodias serenas proporcionam tranquilidade e
bem-estar à criança.
Depois do
nascimento,é importante continuar estimulando os vários sentidos do bebê, seja
através do canto, da conversa, do toque ou do assobio. Ao interagir com a
criança, os pais não somente estreitam laços afetivos, mas ajudam a contribuir para
a evolução das capacidades auditiva, cognitiva, emocional e linguística do
recém-nascido.
A importância da música na fase pré-escolar
Vale
lembrar que o sistema auditivo se desenvolve por completo apenas quando a
criança chega os 11 anos. Até alcançar essa idade, a música tem um papel
fundamental no aperfeiçoamento do aprendizado, comunicação e sociabilização.
Quando os
pequenos começam a frequentar a escola, as atividades com canções aproximam a
criança dos outros coleguinhas, favorecendo uma convivência harmoniosa dela mesma
com o mundo ao seu redor.
Fora os
benefícios da integração social, o contato com a música nessa faixa etária
contribui para a aquisição do aprendizado e o fortalecimento da memória e daconcentração.
Como a música normalmente acompanha noções de ritmo e movimento, ela também ajuda
a despertar a consciência corporal, o que consequentemente favorece a coordenação
motora e a flexibilidade do corpo.
Música e alfabetização
Acanção
infantil é um excelente recurso durante a fase de alfabetização. O universo
lúdico das letras, as rimas e as repetições fazem com que criança melhore sua
pronúncia, escrita e aprenda novas palavras e significados.
Dessa
maneira, ao ampliar seu vocabulário através da experiência musical,a criança
expande seu repertório e se torna capaz de ganhar um domínio maior do seu
idioma.
Criança e musicalidade
Embora
seja importante que a criança receba estímulos musicais dentro e fora de casa,
a experiência musical não deve ser imposta, mas realizada com prazer para que a
criança possa usufruir de seus benefícios de uma forma natural.
Por isso,
é importante reforçar que a musicalidade, ou a aptidão musical, não aparece de
maneira forçada nos indivíduos, até porque essa é uma questão de inclinação, à
qual costuma ser evidente desde a infância,independente de formação escolar.
Como a
musicalidade envolve uma maior percepção sensorial dos ritmos sonoros,
melódicos e harmônicos, embora positivo, o incentivo à formação musical na
infância não é o único fator de importância quando se trata de aptidão e
talento musical.
Se você
quer que a música continue fazendo parte da vida do seu filho, há outros
fatores favoráveis ao estímulo musical. Ao aprender um instrumento, por
exemplo, a criança exerce maior controle sobre suas faculdades mentais, favorecendo
sua capacidade de concentração e aprendizado. Nesse sentido, o conhecimento
pode sim abrir caminhos para o talento.
Dessa
maneira, ao ampliar seu vocabulário através da experiência musical,a criança
expande seu repertório e se torna capaz de ganhar um domínio maior do seu
idioma.

texto publicado pela OMO

23 Comments

  1. Unknown 26 de abril de 2014
  2. Maternar para sempre 26 de abril de 2014
  3. Van Ferreira 26 de abril de 2014
  4. Jessica 26 de abril de 2014
  5. ✿ Regiane ✿ 26 de abril de 2014
  6. Cuidados e Segredos 26 de abril de 2014
  7. Unknown 26 de abril de 2014
  8. Melissa Machado 26 de abril de 2014
  9. Unknown 26 de abril de 2014
  10. Unknown 26 de abril de 2014
  11. Nanda Campos 26 de abril de 2014
  12. Anônimo 27 de abril de 2014
  13. Unknown 27 de abril de 2014
  14. Anônimo 27 de abril de 2014
  15. Unknown 27 de abril de 2014
  16. Unknown 28 de abril de 2014
  17. Cris 28 de abril de 2014
  18. Unknown 28 de abril de 2014
  19. Xelly Dantas 28 de abril de 2014
  20. Kelly 28 de abril de 2014
  21. Chris Ferreira 28 de abril de 2014
  22. Tititi da Dri 29 de abril de 2014
  23. Toninha Borges 2 de maio de 2014

Add Comment