Scab Hair: O que é? Como Cuidar? Melhores Produtos!

Scab Hair (cabelo em cicatrização), talvez você já tenha ouvido falar, mas não saiba de fato o que significa. É um termo em inglês que trata do fenômeno que fica visível quando você opta por deixar de usar o alisamento/relaxamento ou outras químicas no cabelo de vez, para conseguir retornar ao aspecto do seu cabelo natural.

Via @mvilelahair

 A consequência disso são mechas extremamente ressecadas, não definem o cabelo, não dão volume e balanço, são quebradiças e sem brilho, com frizz, além de já nascerem destoando do resto do cabelo, ou seja, só coisa ruim. Diferente do que muitas mulheres pensam, que ao parar de fazer química o cabelo já irá crescer naturalizado, todo lindo, o que pode ser um grande balde de água fria na cara.

São aquelas mechinhas que começam a nascer depois de você ter parado de fazer química, as vezes chamada de ‘’raiz crescida’’ ou raiz pura, que causam um certo susto, além de também poderem ser causadas por excesso do uso de secador e chapinha. Essa parte do cabelo nasce mais aberta e áspera e não agrada visualmente, mas para você que está passando por uma transição capilar, não desanime, o Scab Hair é passageiro, geralmente permanece no máximo por até 2 anos.

Quando químicas e outros agentes agressores como chapinhas constantes, tranças muito fortes, apliques, são utilizadas ao longo do tempo no seu cabelo, já é o esperado esses resultados danosos, afinal, é algo muito forte. Tudo isso e muito mais vai danificando seu couro cabeludo de modo constante e prejudica que novos fios nasçam, por mais que você tome algum medicamento para ajudar no crescimento e fortalecimento dos fios.

Em razão disso, por mais que as vezes estamos com o cabelo fragilizado, quando por exemplo uma viagem à praia, a diferença é que no Scab hair os fios já nascem fragilizados. O efeito Scab Hair costuma aparecer bastante na frente do cabelo e é o que mais incomoda a mulherada e é difícil de conter.

Como Cuidar?

Via @studiotatasantos

Embora seja bem difícil conseguir cuidar desse tipo de cabelo, afinal ele já nasce danificado desde a raiz, mesmo assim ainda há esperanças. Tenha em mente que alguns produtinhos também podem te auxiliar nessa missão, mas falaremos logo abaixo sobre eles.

Saiba que com um tratamento adequado os fios podem um dia voltar a ficarem bons, mas é preciso de paciência e dedicação. Para cuidar das suas madeixas é preciso trazer regeneração ao couro cabeludo e do folículo capilar, desse jeito, conforme os novos fios vão nascendo é possível livrar-se do Scab Hair cortando as partes que estão prejudicadas. Embora seja triste cortar o cabelo, ao menos pense que seu cabelo todo fragilizado está indo embora para um cabelo poderoso e de diva ocupar aquele lugar.

Pode parecer bobo mas uma alimentação saudável, cheia de vitaminas e proteínas, auxilia a levar uma série de coisas boas para o interior do fio, além de ajudar todo o seu corpo no geral.

Adotar um cronograma capilar ajuda demais nesse processo. Um conjunto de hidratação, nutrição e reconstrução, aí fica fácil o cabelo nascer bonito e controlado.

Outra opção também é utilizar tônicos de crescimento, com isso, o período que o cabelo passa pelo Scab Hair fica mais curto, afinal, quando o cabelo está mais curto, é mais difícil ainda conseguir domar os fios.

Leia também: Dicas de Luzes no Cabelo Para Clarear Os Fios Sem Danos

Melhores Produtos para Tratar

Via @studioclaudiacabelos

Para tanto opte por produtos 100% free, livre de sulfatos e parabenos além de outros ingredientes proibidos que podem ajudar a piorar ainda mais seu quadro capilar já danidicado.

Uma ótima opção são os óleos vegetais, como o Óleo de coco e Óleo de Rícino. O modo de usar também é bem simples, basta utilizar esses produtos para fazer massagens no couro cabeludo, o que trata os fios desde a raiz, aumenta a hidratação e estimula o crescimento dos fios; faça bastante massagens com esses óleos. O bacana é que também dá para utilizar no modo pré-shampoo, que consiste em utilizar esses óleos antes de lavar o cabelo, assim eles vão criar uma espécie de película protetora contra as agressões que o shampoo pode causar.

Vá alternando – de vez em quando óleo de coco, de vez em quando óleo de Rícino. Contudo, essas opções não são recomendadas para quem sofre com oleosidade excessiva, caspa ou espinha no couro cabeludo, pois esses dois óleos podem acabar prejudicando ainda mais.

Para essas pessoas, experimente fazer uso da loção fortalecedora Big Hair Bomb, Soul Power, a qual vai deixar sua raiz forte, tratar e nutrir o bulbo capilar, além de auxiliar no crescimento e tonificação dos fios. Possui vitaminas A, F, E e B5, aminoácidos, extrato de Epilobium, Capsicum, dentre outros.

Hidratar será sempre necessário, teste receitinhas caseiras como queratina + creme de hidratação + óleo de coco. Ainda falando em hidratação, a máscara de hidratação pós química da Bio Extratus, é perfeita e tem em versões econômicas de até 1 kg. Feita com Abacate e Jojoba, esse creme restaurador deve agir no cabelo durante apenas 3 minutos.

Use shampoos menos agressivos que tratam os fios de dentro para fora. Um bom exemplo é o Shampoo Óleo Extraordinário cachos da L’Oreal Paris, Elseve. Com ele, você tem garantido até 48 horas de definição, cachos soltos, ultra macios, sem frizz e brilhantes, uma maravilha.

Sobre tônicos, uma ótima opção é o tônico fortalecedor S.O.S, Salon Line, como o próprio produto diz, é uma verdadeira bomba de crescimento acelerado. Curiosamente, ele ajuda até no crescimento das sobrancelhas. Pode ser usado por todos os tipos de cabelo, principalmente para os quebradiços e que sofrem com a queda.

Leia também: Como Recuperar Cabelo Com Química?

Conclusão

O que é primordial no tratamento é ter a consciência de que realmente requer tempo para tratar os fios; vai um bom tempinho até que o Scab Hair se regenere e de fato despareça. Outro ponto é que você estava acostumada com a sua raiz alisada, que é complemente diferente, o jeito é esperar as coisas irem acontecendo e enquanto isso fazer um bom tratamento com frequência e bons produtos.

Ficou com dúvidas? Comente!

Add Comment